Há 13 anos contribuindo na formação do psicólogo e na assistência clínica-hospitalar
CRP PJ 05/1107
» Artigos

A centralidade da família no processo de doação de órgãos e tecidos

Cresce a necessidade de órgãos para transplante, e o número de doações não atende à demanda, levando à morte muitos dos que aguardam na fla de espera. Objetivo: O objetivo deste estudo é aprofundar o conhecimento do processo de doação de órgãos e tecidos e discutir o papel da família, responsável por consentir ou não a doação. Métodos: Realizou-se revisão da literatura nas bases de dados MedLine e Scielo. Também foram analisados livros e artigos que se encontravam nas referências bibliográfcas das fontes indexadas. Recorreu-se às palavras-chaves death brain, family and organ donation. Discussão: A abordagem de familiares para solicitação da doação é o ponto central em todo caminho que se percorre desde a constatação da morte encefálica do paciente até o consentimento ou não para doação.

Clique aqui para abrir o artigo completo.

Outras informações desta seção:
Profissionais Responsáveis
Katya Kitajima e Mayla Cosmo

Fone: (21) 2439-7514 / 99987-4243 / 99724-5700 | RJ
msmidia.com